Ele voltou

O mundo estava mais feliz com o Kfuro em férias. Mas ele está de volta a destilar todo o seu veneno contra seus desafetos (R. Teixeira através da Traffic; Traffic através do Luxemburgo; e, claro, Palmeiras, através do último).

Já em sua volta ele me saiu com a pérola de que o Palmeiras não é moderno porque agora é um TIME DE ALUGUEL. Leiam nas próprias palavras do “jornalista”: “…A maior ameaça ao São Paulo está do outro lado do muro de seu CT: o time de aluguel do Palmeiras, aposta mais eleitoral do que sinal da modernização que se esperava da nova direção alviverde. “

Ao mesmo tempo diz que o Palmeiras abdicou de sua soberania por ter hoje diversos comandantes (sic). Seja lá o que isso queira dizer. Complementa dizendo que um título (possível segundo o ‘jornalista’) dará tranqüilidade à situação no Palmeiras, mas ao mesmo tempo afirma que o problema é que nada indica que o trabalho terá continuidade.

Ao mesmo tempo, no mesmo texto, parágrafos acima, aponta como favorito ao título o seu modelo de gestão profissional. Àquele que acertar qual é o time um doce.

Esse time sim! Tudo que faz é acertado. Segundo o ‘cronista’ até Carlos Alberto poderá dar certo, pois mesmo agindo (o tal time) “… no limite da irresponsabilidade, confiante demais em seu taco ao trazer alguém tão problemático como Carlos Alberto, embora tenha acertado em todas as demais novidades.”[o grifo é meu]

Falemos então de continuidade. O Adriano continuará no Morumbi depois do meio do ano? Somente se não se recuperar. O Carlos Alberto continuará no Morumbi? Somente se continuar a ser o que vem mostrando ser, um fiasco. Não continuarão, como não continuou Ricardo Oliveira, aliás nem final de Libertadores disputou, pois seu contrato venceu à véspera de uma final, exemplo típico de uma gestão planejada e moderna.

Quanto ao projeto do Palmeiras e a sua continuidade sugiro que o cronista/jornalista/militante ouça a entrevista do professor Luiz Gonzaga Belluzzo ao Mondo Palmeiras (um post antes desse). Lá saberá que há sim planejamento. Mas, para isso o militante terá que dar lugar ao jornalista, pois só assim poderá se despir de seus conceitos e pré-conceitos, só assim poderá novamente exercer sua profissão com isenção e liberdade. Somente assim deixará a profissão se sobressair ao militante, e somente assim deixará de ver a sombra de Ricardo Teixeira em tudo. Mas, aí eu estou querendo demais.

_______________

Em tempo: Leiam no Terceira Via Verdão um e-mail do Felipe Giocondo endereçada ao ‘cronista’ da ESPN Brasil, José Roberto Malia, sobre uma de suas crônicas. O Giocondo manda cópia ao Governador José Serra (citado e acusado pelo ‘cronista’), bem como para a Fiat (também citada) e para o Diretor da ESPN, José Trajano. Vale a pena ver até onde chega a irresponsabilidade de uma pessoa que se diz ‘jornalista’. Espero que o veículo não o seja também e tome providências.

Anúncios

Uma resposta to “Ele voltou”

  1. alex possato Says:

    Deixei minha crítica educadinha no blog do Sr. Kfouri. É lógico que ele quer isso mesmo: fale mal, mas fale de mim… Polêmica faz neguinho aparecer. E, verdade seja dita, o Kfouri já aparece há muito tempo no cenário nacional. Para nós, palmeirenses, o que ele pensa ou deixa de pensar tanto faz! O negócio é que a partir de hoje, verdão vai acabar com a fila, e deixar muito carinha com dor de cotovelo (já estão meio que desesperados)…O que o Kfuro falar não vai tirar os títulos que estão chegando…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: