Kleber 3 jogos de suspensão por ato hostil

Os advogados do Palmeiras trabalharam bem, conseguiram desqualificar a acusação de agressão contra o atacante Kleber, que foi enquadrado em outro artigo do código (ato hostil), e pegou – por este artigo – a pena máxima, ou seja, 3 jogos de suspensão.

Não cabe aqui, neste post, julgar se a pena foi justa ou injusta, o que quero é mostrar que as coisas vêm mudando, e muito, pelos lados do Palestra. Leia aqui, aqui, aqui e aqui o que foi noticiado sobre o julgamento.

Não tenho dúvida que há algum tempo, com uma diretoria omissa que tínhamos, nosso atleta seria suspenso e nos desfalcaria pelos 540 dias previstos como pena máxima por agressão. O fato é que se há a palhaçada do tribunal, com auditores, procuradores e advogados, temos que saber atuar neste campo também. Sou contra essa palhaçada, mas se ela existe temos que saber ‘jogar o jogo’ por lá também. Essa diretoria está se mostrando atenta e profissional também neste campo e conseguiu livrar nosso atleta de uma pena pesada.

Mas, não podemos nos esquecer do trabalho que vem sendo feito pela mídia Palestrina. Esta – durante toda a semana – noticiou, denunciou, cobrou, pressionou, e mostrou para todos a aberração que é esse tribunal, além de mostrar a existência de conflito de interesses, já que muitos auditores e procuradores do TJD são conselheiros de clubes, ou seja, podem estar ‘advogando’ em causa própria ou defendendo os interesses da agremiação da qual são dirigentes. Leia aqui e aqui o que já escrevi sobre o tema.

A imprensinha não vem cumprindo seu papel. Já mostrei aqui, o OV mostrou por lá, e o mesmo fizeram vários outros amigos da mídia Palestrina, que eles – no máximo – falaram sobre o assunto, quando não tiveram posição dúbia sobre o caso.

Por isso, o OV lança uma campanha, a qual aderimos e colaboraremos. O OV (e todos nós) quer saber se há mais pessoas que possam ter algum tipo de conflito de interesses no ‘egrégio’ tribunal.

Leia abaixo a sobre campanha e como colaborar, e se puder ajudar o faça. Assim, colaboraremos por um futebol mais justo (em todas as suas instâncias, até nesta aberração que é o tribunal) e cumprimos nosso papel de Palmeirenses e torcedores.

OV: jornalismo participativo contra o conflito de interesses

Julgamento realizado, Kléber pega um gancho de três jogos. Justa ou não a punição (você achou o quê? comente!) a boa notícia é que o número 30 poderá jogar nas semi-finais.

Mas nosso problema continua. Não é porque Kléber não pegou os tão falados 120 a 540 dias que os problemas institucionais do TJD se acabaram. Novos casos certamente surgirão e a questão do conflito de interesses em breve virá novamente à tona.

E aí temos um problema de informação, para o qual a imprensinha poderia contribuir mas duvido que o faça. Já sabemos que Zago é presidente do Conselho Fiscal do time do Jardim Leonor. Sabemos também que Alberto Bugarib é conselheiro leonor. Embora não pertença ao TJD, sabemos também que Marco Polo Del Nero, presidente da FPF, é conselheiro do Palmeiras (segundo declaração de Zago, é Del Nero que convida os participantes do tribunal. Então: vaza!). Mas e os outros membros do TJD?

Então queremos propor um exercício aos amigos palmeirenses: que tal reunirmos informações para fazermos um mapa do conflito de interesses no TJD paulista? Aqui no OV, informalmente, já realizamos alguns exercícios de jornalismo participativo/colaborativo/cidadão, como os comentários sobre as transmissões dos jogos e a observação coletiva da imprensinha. Mas não seria bacana termos um desenho completo de quem é quem nesse tribunal? Nada pessoal, Bugarib, Del Nero, Zago e outros podem ser caras muito gente boa. O fato é que a instituição está construída de modo torto e desnudar isso pode ajudar em sua melhora.

Nosso trabalho terá duas fases. Na primeira temos que reunir informações sobre os membros do tribunal. Se já detectarmos algum conflito de interesses, ótimo, mas o objetivo principal é conseguir um telefone ou email de contato. Pelamordedeus não publiquem isso comentários. Indícios de conflito de interesses (um link, uma reportagem) tudo bem, mas informações de contato devem ser enviadas ao email obverde@gmail.com (já explico o porquê).

Não será uma tarefa fácil. O tribunal tem muitos membros, que se dividem em auditores, procuradores e as comissões disciplinares. Abaixo a lista extraída do site da FPF:

Auditores-Tribunal de Justiça Desportiva
Dr. Edmo João Gela – Presidente
Dr. Ivaney Cayres de Souza – Vice-presidente
Dr. Ronaldo Botelho Piacente
Dr. Dauro Löhnhoff Dórea
Dr. Ricardo Bandle Filizzola
Dr. Nicolao Constantino Filho
Dr. Osvaldo Nico Gonçalves
Dr. Fernão Dias da Silva Leme
Dr. João Eduardo Cerdeira de Santana

Procuradores
Dr. Antônio Carlos Meccia
Dr. Edison Richelmo Zago

Auditores da 1ª Comissão Disciplinar
Dr. Acyr José de Almeida – Presidente
Dr. Alberto Bugarib
Dr. Emilio Françolin Júnior
Dr. Luís Antônio Martinez Vidal
Dr. Marco Antônio Zito Alvarenga

Auditores da 2° Comissão Disciplinar
Dr. Antônio de Moura Abud Júnior – Presidente
Dr. Luiz Carlos Telles
Dr. Norberto Domato da Silva
Dr. Mauricio Neves da Fonseca
Dra. Beatriz Sorrente Dal Pra

Auditores da 3ª Comissão Disciplinar
Dr. Carlos Alberto Ferraz e Silva – Presidente
Dr. Carlos João Eduardo Senger
Dr. Jurandir Correia de Sant´Anna
Dr. Norberto Domato da Silva
Dr. Youssef Abu Chahin

Secretário
Dr. Carlos Roberto Fernandes Silva

Ajudaria muito se a assessoria da FPF nos passasse o contato desses doutores. Já tentei isso e não deu resultado, nunca me responderam. Quem sabe com o pedido de outras pessoas isso mude. De qualquer forma, há outras maneiras de se conseguir essas informações.

Aí entra a segunda parte, fazer para cada um dos membros do tribunal as seguintes questões:

1- Para que clube o Dr./Dra. torce? É sócio, conselheiro ou membro de alguma instância dirigente de algum clube que dispute a série A do campeonato paulista de futebol?

2- Não acha que o fato de membros do tribunal serem conselheiros de clubes da série A1, configurando claro conflito de interesses, coloca uma suspeição desnecessária sobre o TJD?

Antes de fazer qualquer pergunta, peço que enviem os contatos para o obverde@gmail.com A idéia não é perturbar os doutores com uma enxurrada de emails e telefonemas. Queremos é conseguir as informações de cada um deles e ouvir suas opiniões sobre o polêmico conflito de interesses. Sabendo como contatar cada membro do tribunal, dividiremos a incumbência de falar com cada um deles, de modo que ninguém seja contatado duas vezes.

Aí, com esse material nas mãos, checamos, compilamos e publicamos tudo no OV, com os devidos créditos a todos que ajudarem.

Recapitulando. O trabalho se divide em duas fases: conseguir os contatos e fazer as entrevistas. Precisamos de braços para as duas empreitadas. Quem conseguir os contatos manda a informação para obverde@gmail.com . Quem estiver a fim de ajudar nas entrevistas escreve para o mesmo endereço. Com os contatos em mãos dividimos o trabalho e publicamos a compilação final aqui no OV.

Se der certo, e boto fé que vai dar, vai ser algo bacana demais e iniciativa pioneira no futebol. Natural, já que vinda de palmeirenses.

PS: Agradeço aos sites da Mídia Palestrina que divulgarem a iniciativa.

É isso aí pessoal. Mãos-à-obra!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: