Reprimenda

Coube ao Diretor Financeiro do Palmeiras Salvador Hugo Palaia (aquele mesmo de nosso presente de natal quebrado) dar um basta na língua grande do senhor Eben Gualtieri e colocá-lo em seu devido lugar no caso da majoração do preço dos ingressos.

“O Ebem conseguiu confundir até a cabeça dos jornalistas e achou que, só por ter a condição de vice-presidente, poderia tomar decisões isoladas. Ele não tem o poder de aumentar o preço dos ingressos sozinho e essa é uma decisão que cabe ao diretor financeiro, que sou eu, e ao presidente Affonso Della Monica. Ele pôs o carro à frente dos burros e foi infeliz mais uma vez”, comentou Salvador Hugo Palaia.

“Eu tenho uma filosofia. Hoje sou diretor financeiro e, se deixei um cargo (já foi diretor de Futebol), não preciso ficar fazendo sombra a quem está lá dentro. Quando eu estava no futebol, não me metia no preço dos ingressos e acho que é isso o que tem de ser feito: cada um deve abrir a boca somente na hora certa. Até por isso o senhor Ebem está proibido de falar agora”, emendou o ex-diretor de futebol do Palmeiras.

Além disso, os preços – mesmo sem a majoração – foram informados erroneamente pelo senhor Eben ‘trapalhão’ Gualtieri. Sobre os preços Palaia disse: “Saiu em alguns veículos que as cadeiras cobertas custariam R$ 60, mas não faz sentido cobrar uma diferença de R$ 10 em relação à descoberta. Os preços certos são os seguintes: a arquibancada custará R$ 30, o setor Visa e a numerada descoberta será R$ 50 e a cadeira coberta sairá por R$ 80.”

Pelo visto a diretoria deu um tremendo ‘CALA BOCA MAGDA!’ no Gualtieri em relação ao episódio. Mas, nós aqui do Forza-Palestra não nos esquecemos do pior. Ele, Gualtieri, justificou o aumento utilizando-se de um expediente fascista de classificação e discriminação, motivado segundo ele, pela tentativa de “qualificar” a torcida que freqüenta o Palestra Itália.

Disso não nos esquecemos e por isso insistimos (mesmo tendendo a sermos taxados de chatos e corneteiros) que alguém da diretoria precisa vir a público explicar qual o plano do Palmeiras para a sua torcida. Caso a segregação e o preconceito não sejam o pensamento da atual diretoria esta deve desmentir o nazi/fascista e desculpar-se (seja ele ou a diretoria) com a imensa torcida alviverde pelo que foi dito.

A reversão dos preços extorsivos e a reprimenda ao fanfarrão foram um primeiro passo, mas – pelo menos aqui no Forza-Palestra – não achamos o suficiente, pois o golpe foi duro e sentido por aqueles que desde sempre – na alegria ou na tristeza, na vitória ou na derrota – estão apoiando a equipe.

Não vamos deixar de cobrar isso!

___________________
Em tempo: Ainda não digerimos por aqui o ‘rega-bofes’ entre o Beluzzo (remeber 42) e a diretoria Leonor. Seria mais um golpe na tradição e naqueles que não renegam seu passado?

Obs: Quando se usa plural para se tratar do Blog não é por pedantismo. É que por aqui há um editor, mas vários leitores e colaboradores que escrevem e deixam suas cornetadas. Então, entendemos que o Blog é uma construção coletiva e não reflete apenas as opiniões do editor.

Link da matéria: Diretor reduz preço do ingresso e critica ‘criador’ da confusão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: