Grave, muito grave

Esta foi literalmente ‘copyleftada’ lá do Blog xará (FORZA PALESTRA).

Jornalista, até onde eu sei, não deve virar notícia. Milton Neves, um grande jornalista na década passada, não pensa assim. E aparece como notícia em tudo quanto é lugar, quase sempre no embalo das infantis polêmicas criadas em seu programa de TV – na rádio, felizmente, é outra história. Vejamos a mais recente presepada:

Milton Neves, o jornalista e dublê de animador de auditório, foi entrevistado pelo Zero Hora. Não por algum mérito próprio, mas simplesmente porque faz questão de aparecer. Não contente, ainda reproduziu o conteúdo em seu blog. Eis aqui a reportagem e abaixo o trecho de maior destaque:

ZH – A diretoria do Grêmio critica o STJD por não ter punido Diego Souza, do Palmeiras, por um cotovelaço em Fabrício, do Cruzeiro. Está certa?
MN – É bom falar nisso. A direção precisa saber que Diego Souza será indiciado e suspenso por Paulo Schmitt (procurador-geral do STJD) por causa do meu programa. Botei 12 vezes a imagem da agressão. Quando ele for suspenso, quero ver o que irão falar.

O que temos é de uma gravidade enorme. Em uma só resposta, Neves julga (ao falar em “a imagem da agressão”), antecipa o resultado da sessão do STJD (“… será indiciado e suspenso…”) e credita isso tudo ao seu showzinho de todo domingo à noite (“… por causa do meu programa”.). E demonstra muita proximidade com o tal Schmitt, o procurador que deveria procurar o que fazer da vida.

É grave, muito grave, em especial porque Neves acaba por inserir o seu nome como protagonista do espetáculo, à medida que se diz capaz de influenciar a decisão de um tribunal que se diz soberano. E demonstra todo o seu apego ao sensacionalismo barato (“Botei 12 vezes a imagem da agressão”, dispara.).

O futebol brasileiro vai de mal a pior.

Nota do Blog

A postagem do Barneschi fala por si. Entretanto, não posso deixar passar batido, então vai:

ESTÃO QUERENDO ACABAR COM O FUTEBOL NO BRASIL COM ESSA ‘PALHAÇADA’ DE TRIBUNAL A TODO MOMENTO. É MUITA GENTE QUE NÃO TEM NADA O QUE FAZER NO MEIO TENTANDO APARECER; COMO ESSES PROCURADORES/TORCEDORES.

NO CASO DO MILTON NEVES, QUE TEM O QUE FAZER NO MEIO – JÁ QUE ELE SE DIZ JORNALISTA, E ESTES SERVEM PARA A NOBRE ARTE DE REPORTAR FATOS AO PÚBLICO -, PREOCUPA O FATO DE QUERER APARECER FAZENDO MÉDIA COM A TORCIDA GAÚCHA; MAS O MAIS GRAVE FOI DITO PELO BARNESCHI: TERÁ ELE INFLUÊNCIA REALMENTE NO RESULTADO DE UM JULGAMENTO? COM A PALAVRA OS SENHORES PROCURADORES.

Anúncios

2 Respostas to “Grave, muito grave”

  1. Forza Palestra Says:

    Pois é, meu caro. Eu nem quis entrar muito na questão dos tribunais, porque isso tudo já encheu o saco. Mas o que diz o senhor Milton Neves é muito grave. Valeu pelo espaço.Abraços

  2. Carlos Roberto Says:

    Lembra quando ele falou que o Felipão na seleção foi indicação dele para o Ricardo Teixeira?Agora… ele acusou, pré-julgou, e condenou o Diego, até parece o Gilmar Mendes do Supremo!abçCarlinhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: