Imprensando a imprenÇa

Essa veio lá do 3VV.

Um café da manhã estragado pelo dever de ofício em ler os periódicos oficiais da madame. Ainda bem que o Vicente não paga pelo jornal; mesmo assim, sugiro que da próxima vez pegue o periódico, encontre uma feira livre e o ofereça – também gratuitamente – ao vendedor de peixes, esse fará bom uso daquelas páginas recheada de inconsistências, rancores e perseguições.

Eu, de minha parte, sigo na base da paz e do amor; me divertindo com essa gente incompetente e patética.

Mas, vamos lá. Vejam o que relata o Vicente:

Bom Dia, olha a Folha do São Paulo aí de novo…

Por Vicente Criscio

Parei prá tomar meu café da manhã na minha cafeteria preferida. Quando estou em São Paulo essa é minha rotina diária.

Abro os jornais – não compro mais lembram? leio os dois periódicos da cafeteria – dou de cara com o seguinte título na capa do caderno de esportes da Folha de São Paulo:

Quebrado, Palmeiras quer esquadrão

Clube amarga dívida de R$ 56 milhões, mas Presidente fala em reforçar equipe de olho na Libertadores do ano que vem

Fiquei pensando: deve ser duro prá certos jornais e jornalistas os dias de hoje. Falar sobre o que não conhecem ou não gostam: Blogs, Web 2.0, Palmeiras líder no Brasileiro, Cauda Longa, Corinthians na série B, Bolsa a -9, +7 e -7, São Paulo com desempenho medíocre, finanças no futebol, Palmeiras nas 4as de final da Sul-Americana, Palmeiras se reforçando prá Libertadores, Palmeiras fazendo sua arena sem dinheiro público.

Deve ser muito difícil!

Os jornalistas Eduardo Arruda e Renan Cacioli fizeram uma matéria para denegrir a imagem do Palmeiras. Essa é a única interpretação que posso ter. Além do título pouco elogioso, começam o texto assim: “Refém de negociações feitas pela parceria e empréstimos bancários…”.

Releia as palavras: QUEBRADO, REFÉM, DÍVIDAS DE R$ 56 MILHÕES.

A sorte deles é que do lado de cá não tem amargura. Porque se tivesse dava prá falar um monte de coisas do periódico… de perda de receita, mediocrização da sua linha editorial – menos a da Editoria de Esportes, que há muito tempo é medíocre – a outras coisas menos nobres.

Em tempo: no meio da matéria – perdi não mais do que 2 minutos e parei de ler – eles lembram que dos R$ 56 milhões, R$ 30 milhões vêm da Timemania. Mas esquecem de dizer que o Palmeiras é um dos que apresentam menor dívida.

E em tempo ii: nada do que falo aqui isenta o atual Presidente e seu Diretor Financeiro das trapalhadas e da péssima gestão financeira que fizeram no biênio 2005/2006.

Quem quer se informar de verdade, com qualidade e de forma exaustiva sobre as finanças do Palmeiras sugiro ler os artigos do Luis Fernando Tredinnick, que escreve todas as sextas-feiras aqui no 3VV.

Saudações, vamos trabalhar!

E Vicente, o café deve ter sido bem amargo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: