5 + 1* / 3 / 3

Já publiquei, republiquei e expliquei que esse Blog nasceu sob o signo de um texto, que escrevi há mais de um ano, que tentei publicar, repercutir, mas que não encontrou eco.

Eis um trecho dele:

Me lembro do campeonato do Edílson. Aquele como esse tinha muita reclamação sobre arbitragens. A imprensa fazia seu papel e dizia que ‘erros acontecem’, se dando conta – só depois – de que havia mais que erros. Havia manipulação de resultados.

[clique aqui e o leia novamente].

Sempre disse para meus amigos que esse time, o SPFW, jamais seria rebaixado no campo, pois – além do dito planejamento – eles atuam com muita força (grifo no muita) nos bastidores, mas que um dia tudo viria à tona, então seriam execrados, não apenas rebaixados.

Hoje é a última rodada do campeonato brasileiro de 2008, ela – como todo o campeonato – está sob suspeição; fosse o Brasil um país sério nas coisas de seu esporte mais popular e a rodada estaria suspensa, os responsáveis seriam punidos, e o time da falcatrua seria rebaixado duas ou três divisões. Mas, como por aqui não é assim, as federações, as confederações, e os jornalistas esportivos que sempre se apressam em condenar os seus inimigos, mas neste caso em específico tentam desesperadamente se segurar em ilações que favoreçam o time que lhes paga, e em achar algo que absolva o único suspeito até o momento.

No caso do gás se apressaram em condenar o Palmeiras, se propuseram até em suspeitar que um de seus inimigos (VL) estaria por detrás do acontecido. No atual caso, tentam desesperadamente desviar o foco das acusações e partem para o ataque (a melhor defesa é sempre o ataque), culpam, recriminam e condenam o presidente da CBF (no caso, também um desafeto). Se há culpa, do presidente da CBF, se ela realmente existir, é em deixar a rodada prosseguir, mas creio eu que seja – neste caso – uma culpa que deve ser compartilhada pelos 20 times da primeira divisão, pois isso me cheira, mais uma vez, a ingerência de um canal de televisão, que não pode – de forma alguma – mudar sua grade de programação.

Espero que na segunda-feira eu possa ler nos veículos de comunicação um esclarecimento – definitivo – sobre o ocorrido, e que os culpados foram punidos; inclusive, espero que o ministério público investigue o por que de tanta sanha em se defender, ou tentar defender, um clube de futebol por parte de alguns jornalistas esportivos.

Enquanto isso, leiam mais um trecho do artigo que escrevi há mais de um ano:

O que tudo isso tem a ver com a Itália ou com que eu estou clamando de ‘italianização’ de nosso futebol? Tudo. É que lá como aqui a imprensa diz – e sempre disse – que ‘erros’ acontecem.

Por enquanto, aquelas camisas que já estão prontas há uma semana, aquelas que os Leonores estampam o número de títulos que compraram, deverão ser igual à do título desse post, com asterisco; um enorme asterisco (na explicação deverá constar: campeão do MADONÃO 2008).

_________________
Estou indo para o Palestra, por isso não haverá tempo de revisar o texto, e como não me adapto a esse teclado de lap-top, deve haver muitos erros, com letras faltando e tudo. Mas, tenho a certeza que todos entenderão o que eu quero dizer. Isso é o mais importante.

Anúncios

Uma resposta to “5 + 1* / 3 / 3”

  1. Marcelo Reis Says:

    Apesar de corrido o texto ficou ótimo!!!Parabéns!!! Até quando vamos suportar estes desmandos?Até quando vamos ver um time sendo beneficiado claramente dentro e fora de campo??Dagoberto deu várias cotoveladas, mas por que apenas Kléber era evidenciado???Muitas perguntas para a mesma resposta: CORRUPÇÃO.Marcelo Reiswww.binoculoverde.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: