De novo aquela rádio

Aquela rádio (que não vou citar o nome), que não deve ser ouvida pelos Palmeirenses, através de um de seus ‘profissionais’ (aquele que não sabe o que é uma arquibancada há décadas), mais uma vez ataca – de forma irresponsável – a Sociedade Esportiva Palmeiras, sua diretoria, sua comissão técnica e – principalmente – sua torcida, e desinforma seus ouvintes/leitores.

Diferente de outras épocas, onde nem reativos éramos, nossa diretoria reagiu – através de sua assessoria de imprensa – e respondeu à altura.

Vejam abaixo a nota do Palmeiras e entenda o caso:

Resposta

A Sociedade Esportiva Palmeiras lamenta a conduta agressiva do jornalista Flávio Prado e os termos irônicos e fora de contexto com relação ao comboio que levou a comissão técnica e jogadores da cidade de Sucre a Potosí, na Bolívia, para a partida desta quarta-feira pela Copa Libertadores da América.

O jornalista, através da emissora em que trabalha, em sua versão on-line, em texto e vídeo (veja links abaixo), chama de “pau-de-arara” os utilitários esportivos (SUV, na sigla em inglês) utilizados no transporte. Na verdade, são veículos luxuosos, com tração 4×4, e que exibem todo o conforto e tecnologia dos melhores modelos da indústria automobilística. Por mais que haja um engano na nomenclatura utilizada para descrever os veículos no release enviado para a imprensa (o termo usado foi caminhonete, também comumente utilizado para tais veículos), foram enviadas fotos de tais modelos, com legendas descritivas que não deixam qualquer dúvida.

Em resumo, não há qualquer motivo para tal conduta contra o Palmeiras, a não ser má-fé ou simplesmente ignorância na interpretação do texto e fotos.

A logística e a preparação pode servir de modelo para demais clubes brasileiros (o Palmeiras foi o único clube brasileiro a vencer o Potosí na Bolívia) e foi pensada, nos mínimos detalhes, com muita antecedência e cuidado.

Veja o vídeo abaixo em que o jornalista Flávio Prado critica o Palmeiras sem antes ver as fotos mandadas pela assessoria de imprensa do time. Tecer críticas sem antes ver as imagens dos veículos que transportaram nossos jogadores é um crasso erro tratando-se de um profissional de comunicação. Para reforçar o mau jornalismo, leia a matéria colocada no site da Jovem Pan On Line.

Vídeo – http://www.jp.com.br/jp/media/online/index.php?view=24242&categoria=4

“Reportagem” – http://jovempan.uol.com.br/jp/index.php?view=152101&categoria=19

Por fim, o release enviado aos órgãos de imprensa com as fotos anexadas:

“A delegação palmeirense vai deixar Sucre e seguir para Potosí em alguns instantes, para a partida de logo mais contra o Real Potosí, às 21h [23h de Brasília].

Veja (…) as fotos das confortáveis caminhonetes que vão transportar a delegação até Potosí. Todas elas são seguradas e serão conduzidas por motoristas profissionais em comboio.

Os jogadores, comissão técnica e diretoria vão se dividir em 10 veículos, todos numerados. Outras 2 caminhonetes acompanham o trajeto em standby, em caso de emergência. A Polícia Militar de Sucre vai acompanhar o Palmeiras até o estádio.”

Link da nota aqui.

Anúncios

Uma resposta to “De novo aquela rádio”

  1. Pinho Says:

    esse sr que se diz jornalista deveria assistir apenas um jogo junto com os torcedores Palmeirenses… unzinho só! e claro, sem disfarces e sendo muito bem reconhecido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: