Corneta

Time reserva em Itu. Reserva? Mas, não são – mesmo os reservas – jogadores que vieram para compôr o atual elenco? Não são, em sua imensa maioria, pedidos do atual treinador?

A defesa, que insiste em se posicionar mal e tomar gols – e mais gols – de cabeça, ontem se superou, tomou outro gol dessa maneira, e do Alex Afonso. Além disso, o esquema com três zagueiros – por termos uma série de gente ruim no setor – ainda se safou graças às traves do estádio em Itu. Três meses e nada de posicionamento, nada de cortar os cruzamentos pelo alto, e dá-lhe tomar gol de cabeça (vou repetir isso a exaustão, quem sabe assim o professor não leve os beques a treinar essa jogada também à exaustão).

O meio, com dois volantes – para dar cobertura a uma zaga com TRÊS ZAGUEIROS – tem o esforçado Sando Silva e o PÉSSIMO Jumar. E pensar que cheguei a acreditar que o cara fosse – no mínimo – razoável, devido a algumas boas atuações.

Nossos homens de armação – Cleiton Xavier, Cleiton Xavier e, Cleiton Xavier – ficam no banco, pois segundo o professor estão cansados. Marquinhos, o primeiro de nossos reforços, que se tornou o último, pois se apresentou baleado, não acerta sequer um passe. Precisa, quem sabe, de mais uns dois anos para se adaptar.

Nosso ataque, ponto alto no início do campeonato, não pode mais jogar junto, pois o professor não coloca mais Keirrison e Marquinhos ao mesmo tempo, prefere sempre deixar um dos dois como opção, seja para preservar – garotos de 20 anos de idade – do cansaço, seja par sei lá o quê se passa na cabeça dele. Não vou nem comentar sobre a falta de Diego Souza ontem no jogo, já que vem sendo um dos principais jogadores do time. Basta lembrar que se o cansaço for a desculpa o Diego foi o pimeiro a sair no domingo – também de forma equivocada.

Enfim, nosso time parece que virou o fio (já?), nosso professor parece que é o retrato disso. Mas, por que será? Nunca confiei nas notas de um tal motoboy travestido de jornalista, elas sempre tem como fundo atacar a honra das pessoas, mas se for verdade o que por lá está escrito hoje darei toda a razão se uma torcida organizada resolver – digamos – retaliar.

No mais, meu prazo de paciência com o tal professor se esgota no dia 8 de abril, lá em Recife, contra o Ixpóórt, por enquanto eu ainda acredito na classificação na Libertadores e no título do Paulista. Por enquanto! Mas se a vitória contra o time de Recife não vier aí só Deus salva, mesmo porque ele está sem emprego.

Para não dizer que não falei de flores: Lenny e Armero se salvaram da mediocridade; da qual o atual treinador é o maior expoente.

______________
Ah! Mais algumas coisas:

Enquanto o substituto do Capixaba for o Wendell – que não é lateral nem aqui nem no Afeganistão – não corneto mais o cara. Diretoria, cadê o nosso lateral direito?

Mesmo assim – no sábado – mais uma vez estarei no Palestra, EMPURANDO o time.

Corneta, eu?! É que paciência tem limites.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: