Tratamentos distintos

Está bem que os anos são diferentes, o casos diferentes, mas o tratamento dado a uma notícia relacionada ao time Leonor e a outro qualquer também o é.

Vejam o que publiquei no post anterior a esse clicando aqui.

Agora cliquem aqui e vejam o que um dos grandes portais publicou sobre um ex-jogador, também envolvido com a polícia. Atentem que, ao contrário do caso anterior, o nome da equipe aparece já no título da matéria.

Não, não é nada, não é nada. Eu é que sou paranóico mesmo!

________________
Em tempo: consegui o link através do comentário do leitor Rodrigues Marcos, que o postou lá no Cruz de Savóia à propósito da notícia ter sido discutida por lá no post: SPFC + assassino.

Anúncios

3 Respostas to “Tratamentos distintos”

  1. Danilo Says:

    Você é paranóico mesmo. Esse ex-jogador do Corinthias e da Portuguesa é conhecido por quem acompanha futebol, de fato teve uma carreira no futebol. Dizer quem é esse sujeito é jornalisticamente relevante.Bem diferente de Janken, que mal passou das categorias de base do São Paulo e não vingou no futebol. Nem a torcida do São Paulo lembra desse Janken, assim como não lembra de uma monte de garotos que simplesmente não dão certo. O cara tem 25 anos e não exerce mais a profissão, é um desempregado. Mesmo que quisesse, os jornalistas teriam dificuldade em apurar os clubes pelos quais Janken passou, tamanha a irrelevância do cara.

  2. Ademir Castellari Says:

    Não impora o fato de ser conhecido ou não, o que importa é que quando se diz que o cidadão é um EX-JOGADOR se dá de barato que ele jogou em algum lugar. No caso do Janken não se diz onde, é fato, meu caro, que a imprensa está omitindo uma informação. É obrigação de um repórter quand dá uma informação passá-la por completo, neste caso só há uma parte dela (ex-jogador).Quanto ao jogador do Corinthians, que diga-se, jogou também n U. São João, Portuguesa etc., o jornalista logo se apressou em botar o nome do clube no título da matéria, e colocou apenas um. A informação está completa, ele cumpriu a função dele com competência e clareza. Só não sei o porque -aliás, sei – nesse caso do Janken não aparece o nome do SPFW. Mas, como você mesmo disse é porque sou paranóico.

  3. Marcos Says:

    é, quando não se tem argumentos a “saída” é desqualificar os dos outros…O Ademir, quanta honra aparecer no seu blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: