Sr. Juca Kfouri

Sr. Juca Kfouri,

Todos nós sabemos que o senhor tem dentre seus familiares uma ramo de um tradicional sobrenome da elite paulistana. Não os Kfouri, mas os Aidar. Aliás, nome de muita tradição em uma equipe de futebol, também da elite desse estado.

Sabemos também que o senhor foi o primeiro à condenar o Palmeiras no chamado caso do gás. Mesmo com os primeiros depoimentos, que mostravam que era quase impossível o gás ter sido atirado da parte exterior dos vestiários no Palestra Itália, o senhor se apressou e condenou a instituição Palmeiras e alguns de seus dirigentes. Aliás, como sempre – como age e sempre agiu a elite deste estado – o senhor, se pudesse, além de condenar prenderia e executaria a sentença, que no caso seria: Condene-se o Palmeiras à extinção e se repasse o estádio para a parte lesada, e como sabemos que a seu juízo a parte lesada foi o time do coração de parte de sua família estaria o senhor reparando uma derrota histórica, e repassando nosso estádio a aqueles que um dia tentaram subtrai-lo de nossa gente.

Hoje, depois de quase um ano de inquérito a Polícia do Estado de São Paulo (por quem não nutro a menor simpatia, diga-se) e o Ministério Público arquivaram o processo por falta de vítimas, aliás, como havíamos – desde o início – publicado por aqui, pois soava muito estranho as imagens mostrando a única suposta vítima saindo dos vestiários em perfeitas condições para, somente depois, se mostrar passando mal. Mesmo assim, não contente, o senhor ainda continua a destilar seu veneno e suas maledicências contra a Sociedade Esportiva Palmeiras, chegando ao cúmulo de insinuar que – por ser Palmeirense – o delegado que comandou o caso foi parcial e defendeu os interesses de seu clube do coração.

Neste caso, o senhor omite, digo assim para não ter que dizer que o senhor Juca Kfouri mente, que justamente pelo caso trazer o clube do coração do delegado dentre os suspeitos este (o delegado) passou o caso para outra delegada (Renata Corrêa). Afinal, como mesmo diz o senhor Kfouri, “à mulher de César não basta ser honesta…”. Aliás, não é assim que agem muitos jornalistas – os esportivos dentre eles – que todos nós sabemos que em alguns momentos de suas vidas prestam serviços a gente que tem interesses conflitantes à profissão. É o caso, por exemplo, do senhor ser acusado de supostamente ter prestado serviços à Pelé Sports & Marketing mesmo exercendo a profissão de jornalista a época. É o caso de publicações esportivas que se dizem sérias e imparciais, mas que anunciam em estádios de futebol que pertencem a clubes que – teoricamente – podem ser alvos de matérias que podem ter teor negativo.

Além disso, para não passar recibo de parcial, mesmo com os laudos técnicos, científicos etc., que hora são apresentados, repito, pela Polícia e pelo Ministério Público, prefere o senhor utilizar-se do escárnio, contra as instituições todas (do Estado e o Palmeiras) para se mostrar indignado e insatisfeito.

Neste caso, o chamado caso do gás, mais uma vez foi prejudicada a instituição Sociedade Esportiva Palmeiras que durante um ano viu seu nome envolvido em um suposto escândalo que agora, sob as vistas da polícia e da justiça, se mostrou uma tremenda armação. Não sei o que fará o Palmeiras para ser ressarcido dos danos que a condenação intempestiva do senhor fez ao Clube e a seus torcedores, talvez deixe como está, pois sabem os dirgentes do Palmeiras do que são capazes aqueles que diuturnamente resolveram, por motivos que um dia virão à tona, vilipendiar essa instituição.

Não tenho procuração pra defender a gloriosa Sociedade Esportiva Palmeiras, mas – fosse eu um de seus dirigentes – processaria todos, inclusive ao senhor, e pediria reparação por danos morais.

Além disso, gostaria de fazer-lhe uma pergunta: Quantas partidas Valdívia fez pelo SPFC logo após sua apresentação por lá, no mês de janeiro de 2009?

Finalmente, peço-lhe um pouco mais de comedimento e coerência, menos fel e parcialidade, afinal o senhor se diz jornalista.

____________________
sem revisão.

Anúncios

3 Respostas to “Sr. Juca Kfouri”

  1. Mario Says:

    Caríssimo,assino embaixo.Aliás, será que alguém do Palmeiras não poderia pedir os laudos técnicos (que devem ser públicos) do processo e públicá-los, já que a imprensinha certamente não dará a menor bola para isso? Abraços

  2. Ademir Castellari Says:

    Mário, a ver se consigo contato com um amigo (conselheiro) e sugiro isso a ele. Abraço

  3. Nação Palmeiras Says:

    Sem mais.Fantártigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: