Derby

O que mais me irrita nos últimos tempos no Palmeiras não é a falta de títulos, pois nossa história está recheada deles, e como eu já disse por aqui a alegria por um título é efêmera, pois no domingo seguinte temos mais um jogo. O que me irrita profundamente é a capacidade que temos em ‘ressuscitar mortos’.

Ontem era dia de jogar a pá de cal. Era dia de tirarmos um rival direto na disputa pelo título Paulista, e jogarmos o maior rival em uma crise que demoraria uns seis meses para passar. Mas, o que fizeram nossos ‘bravos’ jogadores? Perderam gols e mais gols (o perdido pelo Maurício Ramos é imperdoável para um atleta dito profissional), consagraram o goleiro adversário e ainda por cima, deram a chance deles crescerem no jogo. E como aquilo que se disputou ontem foi futebol, e a ‘bola pune’, não teve erro, pois quem não faz toma, e o time que melhor atuou saiu de campo derrotado.

Dito isso, cabe ressaltar que minha impressão sobre o time não mudou em nada. Temos um elenco médio, somente inferior – quem sabe – ao de Internacional, Fluminense e Santos, e vamos sim brigar em todos os campeonatos que disputarmos. Se seremos campeões em algum é outra conversa.

Falta de vontade, como vimos ano passado, não existe mais, falta sim um centroavante, um nove-nove, pois o Kleber não é esse Homem. Ressalte-se que temos alguns bons jogadores em todas as posições, com exceção de Rivaldo que não pode, não deve e deve de alguma forma impedido até de passar defronte à academia de futebol.

No mais, nas derrotas se aplica a mesma lógica que nas vitórias e nos títulos: a de que no próximo final de semana tem jogo novamente, e lá estaremos nós fazendo aquilo que sabemos fazer, empurrar o time.

Então, é levantar, sacudir a poeira e pensar no próximo adversário.

Forza Palestra!

“Todo dia eu sou campeão…”.

______________________

Em tempo: Os rivais se esqueceram ontem do tal corinthianismo, da tal fidelidade? Não me recordo de um Derby nos últimos tempos, e olha que já enfrentamos crises ‘monstro’, onde eles foram maioria esmagadora nas arquibancadas como fomos ontem. Cai mais uma lenda!

Tags: ,

Uma resposta to “Derby”

  1. Rafael Barbosa Says:

    Pra você ver o que Andrés e sua trupe conseguiram fazer com grande parte da torcida. Público corinthiano no Derby foi RIDÍCULO. Ainda assim, fizemos nossa parte, empurrar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: