A primeira de muitas batalhas

Caros amigos Palestrinos,

Fazia tempo que não ia para a cama com tamanha sensação de dever cumprido. Ontem foi assim, o sono dos justos. Hoje acordei com as esperanças renovadas.

Nem a chuva, que resolveu nos castigar – ou seria um sinal de limpeza, de que os males do Palmeiras começaram a ser lavados? – e torrencialmente caiu durante mais de meia hora, foi capaz de afastar e arrefecer o ânimo de aproximadamente 500 Palmeirenses que estiveram na Academia de Futebol para protestar e exigir eleições diretas para a presidência de nosso amado clube.

Presentes lá estiveram todo tipo de torcedor, dos chamados comuns aos organizados; dos grupos políticos internos do clube a grupos que não fazem parte da luta política interna. Representantes da chamada mídia Palestrina também lá estiveram, rádio, blogues, sites… Todos unidos no intuito de resgatar o Palmeiras das mãos daqueles que há anos estão nos apequenando.

Estivemos lá para dizer a todos, inclusive à imprensa (a Folha de SP, por exemplo, disse há uma semana que seríamos 25 pessoas), que não aceitamos mais essa situação, que queremos eleger nosso presidente, que queremos ser  a partir de agora co-partícipes de nossa história. Não que antes não fôssemos, mas nossa parte fazíamos nas arquibancadas, porém chegou a hora de nós – aqueles que realmente amam o Palmeiras – tomarmos os destinos de nosso clube em nossas mãos.

De forma pacífica estivemos na Academia de futebol junto com aproximadamente 80 conselheiros que tem o mesmo entendimento que nós, os torcedores, que Conselho Gestor é golpe, que engessamento do Estatuto por 6 anos é ditadura, que só as eleições diretas podem tirar o Palmeiras dessa trilha de atraso e retrocesso.

No final a explosão, como no momento de um gol, a boa notícia de que as propostas (Conselho Gestor e Eleições Diretas) não serão votadas em um único ‘pacote’, mas sim de forma separada, da maneira que entendíamos – e o estatuto reza.

Pouco, quase nada, mas uma primeira vitória, porque não fosse nossa mobilização teríamos que engolir mais uma manobra para a perpetuação no poder de grupos políticos que só querem se beneficiar DO Palmeiras e não lutar PELO Palmeiras.

O importante ressaltar nessa vitória foi o espírito altruísta dos que lá estiveram, de todos os homens, mulheres e grupos políticos. Ali não estava João, Pedro, José… Ali não estavam grupos políticos. Ali estavam 500 Palestrinos representando 15 milhões de torcedores, ali estavam minhas filhas, meus netos. O futuro do Palmeiras, aquele mesmo que foi idealizado por nossos fundadores, começou a ser retomado por quem de direito.

Cabe ressaltar que tudo isso somente foi possível graças a UNIÃO de todos os Palmeirenses, independente de divergências outras, que estão preocupados, mas esperançosos em fazer renascer o gigante que tentam adormecer.

Nessa primeira batalha nossa pressão surtiu efeito, outras virão, e a UNIÃO demonstrada ontem é o nosso maior trunfo. Eles (as forças do obscurantismo) não esperavam por isso, mas tiveram que nos ouvir. Os enfrentaremos em outras batalhas.

O Palmeiras ainda respira, graças à sua torcida.

Parabéns a todos que de uma forma ou de outra colaboraram para esse momento. Parabéns aos que lá estiveram. Hoje sinto meu orgulho de ser Palestrino renovado.

FORZA PALESTRA!

__________________

1) Apesar de conhecer grande número de pessoas e grupos políticos que lá estiveram, e poder nomear muitos aqui, preferi não fazê-lo, pois o importante para além dos nomes é a instituição, é a SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS.

2) Algumas fotos que consegui tirar, apesar do dilúvio, estão no meu perfil no FB (clique aqui).

Tags: , , ,

5 Respostas to “A primeira de muitas batalhas”

  1. Alexandre Says:

    Pra cima deles!!!!

  2. Paulo Marcio (@Pauloporco) Says:

    Não estive presente a esta batalha, por motivos q no dia de hoje não importam. O que importa, é que novamente o palmeirense se fez ouvir. O grito contra a tirania, contra a mentalidade ultrapassada, contra a visão amadora foi bem alto.
    A S.E. Palmeiras é um gigante e dessa forma deve ser respeitada pelos rivais e principalmente por quem comanda a instituição.
    Uma nação com mais de 15 milhões de apaixonados, que sofrem a anos com pessoas que só pensam em manter um cargo, aparecer na midia, arrumar desculpas para os fracassos.
    Chega!!! O palmeirense disse .. CHEGA!!!
    A união é voz de cada um de nós.
    Em outras oportunidades tambem estivemos nos portões do Palestra, em numero menor é bem verdade, pra apoiar candidatos, pedir mudanças, exigir respeito ( Me orgulho de ter participado de algums dessas).
    Não podemos parar, não podemos nos dividir dessa vez. É o que esperam os que querem o continuismo, que nos colocou onde estamos hoje.
    O primeiro passo foi dado, outros mais importantes estão por vir.
    Continuemos juntos e que mais corações que batem pelo Palmeiras se aproximem.
    Espero estar presente na próxima, com meus irmãos paletrinos, parmeristas, palmeirenses, com meus irmão de alma verde e branca.

  3. By Jacks Says:

    Boa Paulo!!! Belo texto!

  4. Barneschi Says:

    Grande Ademir! É como você disse: vencemos a primeira batalha, mas a guerra ainda vai ser longa. Seguimos juntos. Forza Palestra!

  5. Eduardo Says:

    Claro que do jeito que está não dá mais… o Palmeiras está nas mãos de pessoas que não querem o bem do Palmeiras. Porém, alguém já imaginou se uma porcentagem de curintianus se tornarem sócios do Palmeiras o que pode acontecer? Terão direito a voto para escolha do novo presidente. Podem criar uma chapa de oposição e nomear um deles para o principal cargo. Temos que analisar como não ficar pior do que está hj. #DiretasJáSEP

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: