Posts Tagged ‘São Marcos’

DEIXEM COM A TORCIDA!

15/01/2012
 Concentração na Rua Turiassu

Ontem foi um dia histórico para a torcida do Palmeiras e para o futebol brasileiro. Ontem a torcida do Palmeiras deu uma lição do que é amor incondicional a um time de futebol, e de respeito e reverência a um de seus maiores – o último em minha opinião – ídolo.

Mais de cinco mil pessoas, isso mesmo – cinco mil pessoas – estiveram presentes na procissão em homenagem a São Marcos de Palestra Itália. Homens, mulheres; crianças, idosos… todos estavam lá para reverenciar e homenagear nosso Santo que, infelizmente, anunciou sua retirada dos campos de futebol.

Pode parecer normal, afinal muitos jogadores já encerraram a carreira e receberam bonitas e merecidas homenagens, então o porquê dessa homenagem ser diferente, por que o dia foi histórico? Simples; porque a festa não foi organizada por um clube, essa festa (procissão) foi organizada e realizada por uma torcida: a torcida da Sociedade Esportiva Palmeiras.

Foi a torcida do Palmeiras que organizou o evento. Grupos políticos diversos, associações de torcedores, torcidas organizadas e ‘torcedores comuns’ (como são chamados aqueles que não se afiliam a nenhum grupo) se uniram para homenagear seu ídolo. Patrocínio só daqueles que acreditaram na organização, a direção do clube não se envolveu; então, se pode dizer que ‘nunca antes na história desse país’ existiu um evento organizado dessa forma.

Isso mostra que se a direção do Palmeiras nos der um time, não precisa ser o supra-sumo, mas um time que honre as tradições de nossa agremiação, que tenha jogadores que honrem nossa camisa, o restante a gente faz. É só não atrapalhar que a gente lota estádio, a gente empurra o time, a gente apóia os jogadores. Pena nossa direção não enxergar as coisas dessa forma.

Aos que estiveram envolvidos na organização do evento, e para aqueles que participaram da procissão, os parabéns. Saibam que vocês escreveram mais uma bonita página na já heróica história do Palmeiras.

Aos que poderiam ter colaborado e não o fizeram por vaidade ou por miopia que fique a lição: a torcida do Palmeiras não precisa de vocês!

Forza Palestra, e mais uma vez muito obrigado por tudo São Marcos.

 Dispersão já defronte ao Pacaembu

____________________

Álbuns completos com as fotos no Facebook: [1] e [2] – O uso das imagens é livre desde que citada a fonte: Ademir A. Castellari (@DivinoBlog).

Obrigado por tudo São Marcos!

11/01/2012

Vim realizar o sonho de vencer na cidade grande em 1989 (exatamente no dia 4 de janeiro). Isso significa, sendo que São Marcos estreou com a camisa verde em 1992, que acompanhei nas arquibancadas: Palestra, Pacaembu, Canindé, Barueri etc. toda sua carreira.

Hoje, me emocionei com sua entrevista coletiva, aquela que todo Palmeirense gostaria que não tivesse acontecido, a coletiva de sua despedida como atleta profissional; afinal, heróis, ídolos, santos e deuses deveriam ser invencíveis. Porém, São Marcos foi vencido pelo tempo e pela dor. Mas, mesmo sendo vencido pelo tempo e pelo corpo, São Marcos está na galeria dos imortais. Seu nome estará sempre gravado na história do Palmeiras e no coração de milhões de Palestrinos.

Fui buscar na memória as grandes defesas, os milagres do Santo Palestrino. Fiz uma retrospectiva também daqueles momentos em que ele se despiu da santidade e foi humano: suas falhas – daqueles 15 jogos (dos 530 em que atuou comandando a “defesa que ninguém passa”) que o próprio disse gostar que fossem apagados de sua biografia.

O Santo disse que a sua maior defesa foi uma em que ele nem tocou na bola, o pênalti chutado para fora por Zapata, aquele jogo que nos deu o título da Libertadores. Esse, como outros milhões de Palmeirenses, no Palestra só cabiam 25 mil pessoas, não vi da arquibancada.

A maior atuação, segundo ele, foi no jogo contra o Sport, na Ilha do Retiro, quando além de fechar o gol no tempo normal ainda defendeu três penalidades e nos classificou de fase. Também não estava lá.

Vi a defesa do pênalti do Marcelinho, momento em que ganhou a condição – não só a alcunha – de Santo. Vi aquela atuação contra os gambás onde só não fez chover. Mas, se ele disse que sua maior atuação foi aquela na ilha do retiro quem sou eu para contrariar um Santo.

A pior atuação? Tenho a minha, mas me recuso a comentá-la, pois aos Santos até grandes deslizes são perdoados.

Hoje, em sua entrevista coletiva São Marcos do Palestra Itália, do alto de sua santidade, de sua humildade e de seu caráter, disse que ele deve mais à torcida do Palmeiras que nós a ele.

Não sei quanto aos outros, mas não é o meu caso. Eu poderia ter sido mais presente, poderia ter feito um esforço a mais (financeiro, inclusive) e ter conseguido comparecer à final daquela Libertadores, poderia – quem sabe – ter comparecido a aquele jogo no Recife que ele considera a sua maior atuação. Poderia ter sido mais devotado.

A ele peço perdão pelas diversas vezes que não estive ao lado dele incentivando quando precisou, e proclamando o seu Santo nome junto com outros devotos.

Só digo mais uma coisa: os jogos não serão os mesmos sem São Marcos. Lá estará o Palmeiras, lá estará a torcida, lá estarão os amigos, mas faltará nosso representante no gramado, aquele que – como ninguém – soube encarnar o espírito Alviverde no gramado, lá não estará São Marcos de Palestra Itália.

Foi-se o último ídolo!

Dessa forma, só me resta agradecer por tudo que ele fez pela gente; por sua gente, por seus devotos seguidores.

Obrigado por tudo São Marcos!

Dia 14/01 – 1º ATO DE UM ANO SANTO !

03/01/2012

Palmeirenses,

Dia 14/01 temos um compromisso, um ATO DE FÉ.

Será o 1º ATO de um ANO SANTO. No decorrer do ano, teremos mais alguns atos.

PREPARE-SE !!!!!!

OUÇA A CHAMADA PARA ESTE 1º ATO:

 

História

15/03/2011

Está chegando uma dura hora para todo Palmeirense. O Santo milagreiro está em sua última temporada, ele vai parar de fazer seus milagres pelos campos de futebol.

Uma era se encerrará e outro igual a ele nunca mais.

No momento oportuno o Divino lhe fará justiça e lhe prestará todas as homenagens merecidas. Por enquanto, peço a todos os Palestrinos que, toda vez que alguém tiver a ousadia de comparar o grande São Marcos com aquele mau caráter que joga no gol do Jardim Leonor esse deve ser lembrado, pois parece que há uma memória seletiva nesse país, disso aqui:

Rogério Ceni confirma proposta do Arsenal

São Paulo mostra fax em que Arsenal nega oferta por Rogério

Enquanto isso, São Marcos recusou uma proposta (essa verdadeira) do mesmo Arsenal para defender o Palmeiras na série B.

Não tem comparação!

É história!

Parabéns

04/08/2010

À la twitter: #ParabénsSãoMarcos!!!

De Bate Pronto

09/03/2010

Vitória

Para dar mais segurança e tranqüilidade ao grupo de jogadores, em momento em que a equipe não vem jogando bem, a vitória e os três pontos são o mais importante.

Raça

Ao contrário dos jogos contra S. Caetano e S. André, ontem o time correu, suou e não desistiu em momento algum, apesar das limitações técnicas e táticas.

São Marcos

Aparentemente mais uma falha; soltou uma bola defensável e depois cometeu a falta (pênalti) que alguns dizem que foi outro não. Espero que tenham percebido que o que falta ao Marcos é mais treinamento. Sei que está com problemas físicos, mas com Prascidelli não acontecia dessas coisas.

Time

Correu, se esforçou, mas esbarrou na limitação técnica de alguns, e na falta de um padrão tático de jogo. Já dá para perceber, e espero que a diretoria tenha visto isso, que da forma em que o calendário dos campeonatos são feitos no Brasil – jogos de quarta e domingo, com a impossibilidade de se treinar, não dá para demitir técnicos durante o campeonato. Isso ocorreu no Brasileiro do ano passado e aconteceu agora no Paulista. Resultado: o time não tem a cara do treinador, fica preso entre o antigo esquema e um novo que não existe, assim, não tem padrão algum.

Deficiências

Está comprovado que em algumas posições estamos carentes, e muito. Precisamos de dois laterais (Wendell é o exemplo de como estamos mal na posição há algum tempo); um volante que saia para o jogo, pois M. Araujo tem se mostrado um jogador limitado tecnicamente; um meia de armação, pois C. Xavier alterna momentos bons e péssimos (aliás, ontem estava muito mal no jogo, só acordou – e ainda bem – depois dos 35 minutos e acabou por nos dar a vitória); um ataque completo (homem gol e um atacante que saia da área), pois Robert e Lenny são, no máximo, para compor elenco.

Reforço

Voltando de Barueri e ouvindo o terceiro tempo da Band, informaram que Vítor, lateral do Goiás, desembarca no Palestra ao final dos estaduais; para o Brasileirão. Segundo o “primeiro ministro” faltam somente alguns detalhes para se concretizar. O detalhe é que o técnico Jorginho (lembram dele?) e a diretoria do Goiás, além de dinheiro, querem três jogadores que ainda não pediram, ou se pediram o “primeiro ministro” não quis dizer quais são. O jogador vem em parceria com um grupo de investidores.

Barueri

O estádio é bem legal, mas a vergonha reinou ontem por lá. Além de não ser nossa casa, além de termos nos submetido a local, horário e dia impróprios, apenas duas bilheterias funcionando. Resultado: gente entrando no estádio com o jogo em andamento e até no intervalo. Além disso, continuam a praticar preços de “puteiro” nos estádios. Um copo de refrigerante quente a R$ 4,00, um hot-dog frio por R$ 4,00; estacionamento a R$ 20,00; sem contar pedágio, gasolina etc. é uma vergonha, um atentado contra os torcedores, porque os consumidores pagam sem reclamar.

Torcida

Estava presente em número reduzido, os motivos podem ser vistos no item anterior. O que me chamou a atenção foi uma das organizadas, em pequeno número, xingando o time até na hora do gol de empate, em momento em que deveria estar mais é apoiando. Sempre me disseram que criticar o time, xingar jogador; enfim, cobrar, é depois do final do jogo. Gostaria de saber o que está por detrás disso, pois xingar o “primeiro ministro” tudo bem, mas jogar contra o time é prejudicar o Palmeiras, o mesmo que Cipullo está fazendo.

Valeu pessoal

Meus agradecimentos ao Beto, Téo, Pessini e Giocondo. Pela carona, companhia, e pela compra do ingresso que me livrou da fila. Valeu pessoal!

Fora Cipullo!

———————–
Sem revisão

482 vezes Marcos

08/03/2010

Hoje, em Barueri, longe daqueles que o idolatram, São Marcos do Palestra Itália se junta a Valdir como o segundo goleiro na história que mais vestiu o manto Palestrino.

Podem criticá-lo, podem até vaiá-lo – vez por outra, mas o fato é que Marcão já está na história do Palmeiras como um de seus maiores. Para mim, o maior goleiro que vi jogar no Palestra. E olha que vi Leão jogar.

Valeu Marcão.

Leia a nota da assessoria de imprensa do Palmeiras sobre a marca clicando aqui.